Entry-header image

Roteiro dos Vinhos do Dão

ELEVANDO O CONFORTO AO NÍVEL MAIS ALTO

Descubra e visite algumas das principais adegas na região vinícola
do Dão

Adega Cooperativa de Mangualde:

No coração da região e com uma localização privilegiada pelas paisagens naturais que a rodeiam, riqueza de património e história. Esta adega tem décadas de tradição vinícola e uma seleção dos melhores vinhos para prova.

Adega Cooperativa de Penalva do Castelo:

Inaugurada na década de 60, procura manter a tradição da região no que diz respeito à produção de vinho. Com cerca de 950 sócios, os seus vinhos são preferencialmente frescos, com estrutura e frutados.

Adega Caminhos Cruzados:

Bem recente, foi fundada em 2017 por Paulo Nelas, que transformou uma antiga empresa agrícola numa produtora e engarrafadora de vinhos. As uvas são de produção própria e de produtores selecionados.

Adega Casa da Passarella:

Em funcionamento na região do Dão desde 1982, por esta adega já passaram grandes nomes da enologia. Com tanto tempo de casa, orgulha-se de manter as tradições no cultivo da vinha, para dar a conhecer a verdadeira experiência vinícola.

Adega Casa Santar – Vila Jardim:

Com origem no século XVIII, é uma das marcas de referência da região, conhecida pelos prestigiados vinhos ali produzidos. A propriedade está na família há 13 gerações.

Quinta de Gonçalvinho:

Por detrás desta quinta entre Nelas e Seia, está um casal franco-português que deixou França para se dedicar à arte da produção de vinho.

Adega Julia Kemper Wines:

A adega foi fundada em 2003 por Júlia de Melo Kemper que assumiu o património familiar secular ligado aos vinhos. No seu portfolio destacam-se vinhos que combinam originalidade, caráter, elegância e estrutura.

Adega Ladeira da Santa:

Os vinhos desta quinta familiar, com vinhas na transição do solo de granito para xisto, possuem um caráter único, pois aliam harmoniosamente mineralidade e complexidade aromática.

Adega da LusoVini:

Os vinhos desta distribuidora seguem as últimas tendências do mercado nacional e internacional, apresentando a melhor relação preço qualidade.

Quinta Madre de Água:

É uma quinta, mas também um hotel rural situado em Gouveia, em plena Serra da Estrela. Abriu em 2013 com o intuito de reavivar as tradições da região – a adega é produtora de alguns dos melhores vinhos nacionais.

ELEVANDO O CONFORTO AO NÍVEL MAIS ALTO

Roteiro Vinhos do Dão – Terras de Besteiros

Sociedade Agrícola Boas Quintas:

Com 130 anos de tradição vinícola, foi criada pela 4.ª geração da família Cancela de Abreu. Pela mão de Nuno Cancela, tem a missão de produzir vinhos de alta qualidade, com caráter e personalidade distinta, segundo a filosofia de que o vinho é fruto das condições naturais e das castas regionais – o que justifica o especial cuidado e respeito pela natureza.

Quinta de Cabriz:

É uma referência dos vinhos do Dão, afirmando-se como polo de desenvolvimento vinícola da região. A Quinta de Cabriz faz parte dos roteiros de enoturismo e a propriedade tem uma casa senhorial e uma capela do séc. XVII que podem ser visitadas.

Quinta do Cerrado:

A história desta quinta está ligada à história da família que ali criou os seus vinhos, mantendo as tradições das primeiras gerações. A quinta é propriedade da União Comercial da Beira, uma das empresas mais antigas da região.

Magnum Vinhos:

Este é o projeto de 3 enólogos: Carlos Lucas, Carlos Rodrigues e Lúcia Freitas. Os seus vinhos respeitam o terroir, a tradição e as castas portuguesas – é essa a sua missão. Cada vinho é uma história e o produto da sua paixão pela região, o que explica a assinatura da empresa “Vinhos & Pessoas”.

Quinta Mendes Pereira:

Localizada em Oliveira do Conde, data de meados do séc. XIX. A produção, vinificação e engarrafamento são da total responsabilidade da quinta. A apanha ainda é feita de forma manual, como acontece com o vinho de terras altas e as uvas são espremidas de forma tradicional num lagar de pedra granítica.

Quinta das Marias:

Esta quinta está na região vinícola do Dão DOC, entre as serras da Estrela e do Caramulo. O vinho é ali produzido há mais de 20 anos e conjuga as mais modernas tecnologias de produção com os métodos tradicionais.

Quinta de Sirlyn:

A história desta quinta remonta aos anos 50, quando foram plantadas as primeiras vinhas, e a exploração ainda hoje se mantém na mesma família – na 3ª geração. Além do grande objetivo de criar um vinho de qualidade, a quinta dedica-se ao enoturismo, para quem quiser descobrir mais sobre este universo.

Quinta do Penedo dos Mouros:

Esta quinta produz os vinhos Quinta de S. Pedro. Na vinha principal, há um monumento classificado como de interesse público, um monólito granítico. No cimo desta rocha de grandes dimensões há uma pequena construção que se assemelha a um templo e que data da Idade do Ferro.

INFORMAÇÕES E RESERVAS

Contacte o Hotel de Tábua, para fazer a sua reserva

Segunda-feira a Domingo:

09h00 – 24h00

pt_PT